Oito dias de confronto deixam 24 mortos no Líbano

Oito dias de confrontos na cidade libanesa de Trípoli deixaram 24 mortos, informou uma fonte de segurança neste final de semana. No sábado, franco-atiradores forçaram o fechamento de uma estrada para a Síria.

Agência Estado

22 de março de 2014 | 21h00

Trípoli tem sido cena de uma crônica luta sectária, desde que a guerra na Síria eclodiu há três anos, com confrontos entre residentes do distrito sunita de Bab al-Tebbaneh contra o bairro alauíta Jabal Mohsen.

As tensões entre os dois distritos dura décadas, mas eclodiu com o conflito na Síria, quando o presidente Bashar al-Assad, um alauíta, começou a lutar contra uma oposição sunita.

Intensos combates na última sexta-feira deixaram 10 mortos, elevando para 24 o número de vítimas fatais desde o dia 13 de março, informou uma fonte da segurança, acrescentando que 128 pessoas e 17 soldados ficaram feridos nos oito dias de violência.

O exército foi implantado em Trípoli nas últimas semanas, em uma tentativa de trazer paz para a região, mas as tropas ficam repetidamente sob fogo cruzado. Fonte: Dow Jones Newswires.

Tudo o que sabemos sobre:
LíbanoconfrontoTrípoli

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.