Oito mortos em complexo residencial no sul de Bagdá

Oito pessoas foram mortas e 44 ficaram feridas no segundo ataque a complexos residenciais no sul do Iraque. Segundo a defesa civil iraquiana, o ataque foi promovido por mísseis da coalizão anglo-americana. O complexo pertence a funcionários da Autoridade de Industrialização Militar do Iraque, responsável pela produção de armas. O bairro residencial está cerca de 20 quilômetros ao sul de Bagdá.A coalizão voltou a bombardear Bagdá agora, ao anoitecer. Sirenes foram acionadas e a bateria anti-aérea voltou a disparar. Uma forte explosão foi ouvida mais cedo, possivelmente provocada por míssil que atingiu alvo desconhecido nas proximidades do Ministério da Informação, segundo testemunhas.Não há informação sobre os estragos provocados ou sobre mortos e feridos. Um sistema de defesa antiaéreo localizado no telhado do Ministério abriu fogo contra o míssil, disseram pessoas que estavam no local. Vários jornalistas saíram as pressas do edifício. Os jornalistas utilizam a sala de imprensa do Ministério. Veja o especial :

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.