REUTERS
REUTERS

Oito pacientes de covid-19 morrem após incêndio em hospital da Índia

Equipamento de Proteção Individual de um dos funcionários pegou fogo e as chamas se espalharam rapidamente por toda a ala de tratamento intensivo

Redação, O Estado de S.Paulo

06 de agosto de 2020 | 04h46

Oito pacientes internados para tratamento da covid-19 morreram em um incêndio na ala de cuidado intensivo de um hospital particular de Ahmedabad, no oeste da Índia. O incidente ocorreu na manhã desta quinta-feira, 6. 

Segundo autoridades, o Equipamento de Proteção Individual (EPI) de um dos funcionários pegou fogo e causou o incêndio. 

A polícia impediu parentes de entrarem no hospital Shrey, na maior cidade do Estado de Gujarat, após a tragédia.

"O funcionário saiu correndo da enfermaria para apagar o fogo do próprio EPI, mas as chamas se espalharam rapidamente por todo o local", disse Rajesh Bhatt, chefe do corpo de bombeiros de Ahmedabad. 

"Cinco homens e três mulheres que estavam sendo tratados para o novo coronavírus não conseguiram escapar. Eles morreram pela fumaça e calor causados pelo fogo", disse ele. 

O primeiro-ministro Narendra Modi disse, pelo Twitter, que está "entristecido pelo trágico incêndio no hosptital" em seu estado de origem. 

Os casos do novo coronavírus na Índia chegaram a 1.96 milhão nesta quinta-feira, com 56.282 registrados nas últimas 24 horas. Desde o início da pandemia, 40.699 óbitos foram confirmados no país./REUTERS

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.