Oito pessoas morrem após consumir álcool adulterado

Altos impostos na Indonésia provocaram o aumento do mercado negro de bebidas

Efe,

10 de fevereiro de 2010 | 03h14

Oito pessoas morreram na Indonésia depois de beber licor adulterado com metanol, segundo a imprensa local. A polícia disse que interrogou o vendedor do posto de rua, local onde foi vendida a bebida, na última sexta-feira, na cidade de Yogyakarta, no centro da ilha de Java.

 

O metanol que estava no licor é empregado para combustíveis, fabricação de plásticos e tintas.

 

As bebidas alcoólicas naquele país estão com impostos elevados, o que provocou o aumento do mercado negro de vinho e licores, que são fabricados de forma clandestina.

 

Em 2009, 25 pessoas, das ilhas de Bali e Lombok morreram após consumir o licor com o etanol.

 

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.