Oito pessoas morrem em ataque guerrilheiro no Sri Lanka

Ataque aconteceu após anúncio que a atividade do exército se limitará a defesa durante as festas de ano novo

Efe

13 de abril de 2009 | 05h04

Oito pessoas, entre elas duas crianças e três mulheres, morreram em um ataque supostamente perpetrado pela guerrilha tâmil no sul do Sri Lanka, segundo denunciou nesta segunda-feira, 13, o Ministério de Defesa cingalês em comunicado.

 

O fato aconteceu domingo, 12, no povoado de Mahagodayaya, situado no distrito de Monaragala, quando um grupo de supostos guerrilheiros dos Tigres de Libertação da Pátria Tâmil (LTTE) entraram no local e atiraram nas vítimas.

 

Segundo fontes policiais citadas pela Defesa, um bebê de um ano e meio e um menino de 11 anos estão entre as vítimas.

 

O ataque dos LTTE aconteceu poucas horas depois que o presidente do Sri Lanka, Mahinda Rajapaksa, anunciou que a atividade do Exército se limitará a tarefas defensivas durante dois dias para respeitar as festas de ano novo no país.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.