Oito policiais morrem em atentado suicida no Iraque

Polícia é alvo de insurgentes, que a acusam de colaborar com as tropas estrangeiras

Agencia Estado

15 Junho 2007 | 02h48

Pelo menos oito policiais morreram e outras 35 pessoas ficaram feridos neste domingo, 10, em um atentado suicida contra edifício da Polícia nas proximidades de Tikrit, capital da província de Salah ad-Din, ao norte de Bagdá. Fontes policiais iraquianas disseram que um suicida que dirigia um caminhão carregado de explosivos se chocou contra uma sede da polícia de estradas desta província. O suicida conduzia um caminhão de carregar cimento e conseguiu se aproximar do edifício com o pretexto de que levava material de construção para uma fábrica próxima. As fontes informaram ainda que entre os mortos se encontram cinco oficiais. A explosão causou, além disso, a destruição total do edifício, segundo as fontes. A polícia é alvo de freqüentes ataques da insurgência, que a acusa de colaborar com as tropas da ocupação do país. O atentado aconteceu um dia depois de pelo menos outras 30 pessoas morrerem e mais de 90 ficarem feridas em vários atos de violência em diversas zonas do Iraque.

Mais conteúdo sobre:
Iraque atentado suicida Bagdá

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.