Oito são acusados no escândalo dos grampos

Autoridades do Reino Unido acusaram formalmente nesta terça-feira oito pessoas envolvidas no escândalo dos grampos telefônicos feitos por jornalistas do tabloide News of the World, de propriedade do magnata Rupert Murdoch. Entre eles estão o ex-integrante do governo do primeiro-ministro David Cameron, Andy Coulson, e a protegida de Murdoch, Rebekah Brooks.

AE, Agência Estado

24 de julho de 2012 | 09h40

A promotora Alison Levitt disse à repórteres que Coulson e Brooks, ambos ex-editores do News of the World, estão sendo acusados pelo papel que desempenharam na interceptação ilegal da comunicação de mais de 600 pessoas. Entre as vítimas da espionagem estão personalidades como os atores Brad Pitt e Angelina Jolie, o jogador de futebol Wayne Rooney e o ex-beatle Paul McCartney. "Existem evidências suficientes para um prospecto realista de condenação", disse a promotora.

O anúncio foi um importante acontecimento na saga que mobilizou e às vezes horrorizou os britânicos - e que não dá sinais de terminar. Um oficial de polícia graduado disse no inicio da semana que sua força está investigando mais de 100 denúncias, que incluem ação de hackers e acesso ilegal à registros médicos.

Após deixar o News of the World, Coulson foi trabalhar como chefe de comunicação de Cameron. Brooks era a executiva-chefe do News International, também de propriedade de Murdoch. Outros sendo acusados são os jornalistas Stuart Kuttner, Greg Miskiw, Neville Thurlbeck, James Weatherup e Ian Edmondson.

Coulson, Brooks e Kuttner são acusados de conspirar para invadir correio de voz da garota Milly Dowler, de 13 anos, cujo desaparecimento em 2002 emocionou a Inglaterra. Dowler foi encontrada morta, e a revelação de que o News of the World grampeou seu telefone revoltou o país. Os três negam as acusações.

Miskiw e Weatherup são acusados de interceptar mensagens dos atores Jude Law e Sadie Frost; Edmondson e Weatherup de espionar Paul McCartney, sua ex-esposa Heather Mills, e políticos incluindo o vice-primeiro-ministro John Prescott; Thurlbeck and Weatherup de grampear Jolie e Pitt. As informações são da Associated Press.

Tudo o que sabemos sobre:
Reino UnidogramposNews of the World

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.