Oito são assassinados em complexo turístico na Argélia

Um grupo armado invadiu um complexo turístico nas proximidades de Argel e matou oito hóspedes, disseram hoje jornalistas. O ataque, ocorrido na noite de terça-feira, foi o segundo a um complexo turístico do Mediterrâneo em três dias. Não há notícias de que estrangeiros estejam entre as vítimas.O grupo entrou num restaurante de um resort turístico na cidade litorânea de Zeralda, 40 km a oeste da capital, e abriu fogo com fuzis, matando oito pessoas e ferindo muitas outras, segundo jornalistas do diário Le Soir D´Algerie.O grupo fugiu antes da chegada de forças de segurança, disseram os jornalistas, que viajaram ao local e entrevistaram testemunhas.Ataques armados são normalmente atribuídos a insurgentes islâmicos que tentam derrubar o governo argeliano apoiado pelos militares. Mais de 100.000 pessoas já foram mortas desde que a insurgência teve início em janeiro de 1992, quando o Exército cancelou eleições legislativas que provavelmente dariam a vitória a um partido fundamentalista islâmico.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.