Oklahoma registra sete pequenos tremores no domingo

O Serviço Geológico dos EUA registrou sete pequenos terremotos na região central de Oklahoma em um espaço de tempo de aproximadamente 14 horas.

AE, Agência Estado

14 Julho 2014 | 01h10

Os tremores são parte de um aumento na frequência de terremotos em Oklahoma, Texas e Kansas, que alguns cientistas dizem ver relação com o método de perfuração para a exploração de óleo e gás conhecido como fratura hidráulica.

Os abalos de domingo variaram de magnitude entre 2,6 e 2,9 e tiveram como centro uma área de 24 quilômetros a 50 quilômetros a nordeste da cidade de Oklahoma. Não há relatos de danos ou ferimentos.

No mês passado, centenas de moradores de Oklahoma se reuniram com reguladores e insistiram para que eles proíbam ou limitem severamente os poços de descarte de águas residuais.

Esse método de exploração envolve injetar água, areia e produtos químicos em formações rochosas subterrâneas para liberar petróleo e gás. O processo gera grandes quantidades de águas residuais, que são bombeadas para poços a centenas de metros no fundo da terra.

Austin Holland, um pesquisador no Serviço Geológico de Oklahoma, disse recentemente que o estado está passando por atividades sísmicas sem precedentes e que a agência está monitorando para determinar se isso é causado por fenômenos naturais ou pelo homem. Fonte: Associated Press.

Mais conteúdo sobre:
Eua oklahoma terremotos petróleo

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.