Oleoduto da Petrobras rompe na Bolívia

Um oleoduto da Petrobras se rompeu neste domingo na região de Tarija, no sul da Bolívia, o que produziu um vazamento do condensado de líquidos que se extrai do gás natural, informou a estatal em comunicado. A nota informou que o incidente aconteceu no começo da manhã em conseqüência das intensas chuvas do fim de semana, mas não especificou os efeitos da fuga. As chuvas desenterraram o tubo que transporta o hidrocarboneto desde o campo de Sábalo até outro da empresa Transredes, a administradora da rede de dutos da Bolívia. Sábalo funciona desde abril de 2003 e pertence ao bloco San Antonio. No entanto, a empresa esclareceu que a usina "continua suas operações de produção e exportação de gás natural nos volumes comprometidos" ao Brasil e Argentina. A Petrobras informou que o oleoduto tem 8 polegadas de diâmetro e 25 quilômetros de longitude, e que a ruptura foi de cerca de 6 centímetros. A companhia comunicou o acidente e as medidas adotadas às autoridades locais, departamentais e governamentais, assim como à entidade reguladora do setor, conclui a nota.

Agencia Estado,

03 Abril 2006 | 00h43

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.