Olmert chega a Roma para discutir situação no Oriente Médio

O primeiro-ministro israelense, Ehud Olmert, chegou nesta quarta-feira a Roma para uma visita oficial na qual discutirá a situação no Oriente Médio com o chefe de governo italiano, Romano Prodi, e será recebido em audiência privada pelo papa Bento XVI.Olmert foi recebido no aeroporto pelos embaixadores de Israel na Itália, Gideon Meir, e no Vaticano, Oded Ben-Hur, assim como por diplomatas do Ministério das Relações Exteriores da Itália.O líder israelense irá primeiro ao Vaticano, onde será recebido em audiência privada pelo papa e pelo secretário de Estado vaticano, Tarcisio Bertone."Na agenda do primeiro-ministro israelense, o tema principal será a importância que Israel dá à presença das igrejas católicas, assim como a contribuição à paz, à moderação e ao diálogo", disse Ben-Hur.Segundo a imprensa católica, existe a possibilidade de que Olmert discuta a devolução ao Vaticano do Cenáculo - lugar onde aconteceu a Santa Ceia - por parte de Israel. No entanto, o embaixador israelense desmentiu essa hipótese.Imediatamente após se encontrar com o pontífice, Olmert será recebido por Prodi. O primeiro-ministro israelense também se reunirá com o presidente da Itália, Giorgio Napolitano, com o vice-premier e ministro das Relações Exteriores, Massimo D´Alema, e o líder da oposição, Silvio Berlusconi.A situação no Oriente Médio, tanto os conflitos com os palestinos quanto os problemas com a Síria e o Líbano, deve ser o principal assunto a ser tratado nas reuniões.A Itália é o país com um dos maiores contingentes na Força Interina das Nações Unidas no Líbano (Finul). O primeiro-ministro israelense também terá diversos encontros com representantes da comunidade judaica, e deixará Roma ainda nesta quarta.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.