Olmert demite negociador de trégua na Faixa de Gaza

O primeiro-ministro de Israel, Ehud Olmert, demitiu hoje o principal negociador de uma trégua na Faixa de Gaza por causa de críticas à forma como o chefe de governo conduz as negociações. A demissão de Amos Gilad, ocorre em um momento crítico. Apesar disso, assessores de Olmert negam que a decisão prejudicará os esforços.O governo israelense havia condicionado o cessar-fogo com o grupo islâmico Hamas à libertação do sargento Gilad Schalit, capturado em junho de 2006 na fronteira com Gaza.Olmert tinha aparentemente a intenção de obter a libertação de Schalit nas próximas semanas, antes de deixar o cargo de primeiro-ministro e ser substituído por Benjamin Netanyahu, incumbido de formar o próximo governo do país.Amos Gilad, um experiente oficial do Ministério da Defesa de Israel, declarou-se contrário à decisão de impor a libertação de Schalit como condição para a trégua com o Hamas. As informações são da Associated Press.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.