Olmert: mortes de palestinos foram causadas por erro técnico

O primeiro-ministro de Israel, Ehud Olmert, disse nesta quinta-feira que a salva de tiros de artilharia que matou 18 civis na Faixa de Gaza na quarta-feira foi causado por um "erro técnico". Falando em inglês, Olmert lamentou o derramamento de sangue e disse que analisou pessoalmente a causa do ataque de artilharia ocorrido antes do amanhecer da quarta-feira. O premier disse também que irá convocar uma reunião com o presidente da Autoridade Nacional Palestina (ANP), Mahmoud Abbas. Olmert afirmou que tem "muito" a oferecer ao líder palestino. Ele acrescentou, no entanto, que Israel continuará com suas operações militares em Gaza enquanto foguetes lançados por militantes palestinos continuarem a cair em Israel. Olmert afirmou que Israel "todo o que for possível" para evitar erros similares, mas alertou que novas tragédias podem acontecer. O premier explicou ainda que o ataque de quarta-feira tinha por objetivo atingir um bosque de laranjeiras utilizado como centro de lançamento de foguetes por militantes palestinos. A artilharia errou seu alvo, continuou Olmert, por causa de um "erro técnico".

Agencia Estado,

09 Novembro 2006 | 13h54

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.