Olmert prega por apenas ´uma voz´ contra o Irã

O primeiro-ministro de Israel, Ehud Olmert, pediu aos países árabes moderados que se unam para neutralizar as ambições nucleares iranianas. Além disso, o premier israelense pediu que a comunidade internacional "fale com apenas uma voz" para parar a ameaça nuclear do Irã. Em discurso na Assembléia Geral de Comunidades Judaicas da América do Norte, em Los Angeles, Olmert advertiu que se o Irã produzir armas nucleares "começará uma era de instabilidade não conhecida até agora pelo mundo". "Uma coalizão de países árabes moderados pode e deve lutar contra o perigo do radicalismo islâmico e unir-se no interesse comum de impedir que o Irã derrube a estabilidade no Oriente Médio", afirmou o primeiro-ministro. Olmert falou na assembléia judaica um dia depois de se reunir, em Washington, com o presidente George W. Bush. "Se o Irã conseguir produzir armas nucleares, como eles estão tentando, nós vamos entrar em uma nova era de instabilidade não vivida até agora pelo mundo", disse a membros da Conselho Mundial Judaico. Israel quer a paz, acrescentou, mas "a comunidade internacional não pode hesitar em relação a questão iraniana".

Agencia Estado,

15 Novembro 2006 | 03h25

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.