Olmert promete evitar crise humanitária em Gaza

O primeiro-ministro de Israel, Ehud Olmert, prometeu evitar uma crise humanitária na Faixa de Gaza, onde ataques aéreos israelenses deixaram hoje mais de 200 mortos. "Eu prometo a vocês, em nome do governo de Israel, que faremos todos os esforços possíveis para evitar qualquer crise humanitária em Gaza", disse ele, em pronunciamento feito em hebraico e inglês. "As pessoas em Gaza não merecem sofrer por causa de assassinos da organização terrorista", afirmou ele, em referência ao movimento islâmico Hamas que controla o território palestino.Aviões de guerra israelenses conduziram hoje uma série de ataques aéreos sem precedente contra dezenas de complexos de segurança do grupo islâmico Hamas em Gaza, matando pelo menos 205 pessoas e ferindo outras 388. Os ataques provocaram pânico e confusão, com nuvens negras cobrindo Gaza. Alguns dos mísseis teriam atingido regiões densamente povoadas, onde crianças saíam das escolas. As informações são da Associated Press e da Dow Jones.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.