Olmert qualifica as sanções ao Irã de ´passo importante´

O primeiro-ministro israelense, Ehud Olmert, qualificou neste domingo de "passo importante" as novas sanções impostas ao Irã neste sábado, 24, pelo Conselho de Segurança (CS) da ONU. "É um passo importante na luta internacional contra o armamento nuclear iraniano", disse Olmert na reunião semanal do governo. Os 15 membros do Conselho de Segurança votaram a favor da resolução. É a terceira aprovada pelo órgão com o objetivo de pressionar o Irã a suspender seu programa nuclear. O primeiro-ministro israelense deve reunir-se amanhã com o secretário-geral da ONU, o sul-coreano Ban Ki-moon, que conversa neste domingo, 25, com o presidente da Autoridade Nacional Palestina (ANP), Mahmoud Abbas, na cidade cisjordaniana de Ramala. No sábado, 24, Ban Ki-moon teve um encontro com o ministro da Defesa de Israel, Amir Peretz, que reiterou o pedido do Estado hebreu de sanções contra o Irã. Peretz também pediu à comunidade internacional que atue para frear o contrabando de armas da Síria para a milícia xiita libanesa Hezbollah, a qual Israel enfrentou durante 34 dias em meados do anopassado. Ele pediu ao secretário que discuta essa questão em sua próxima visita ao Líbano. O ministro também tratou com Ban Ki-moon do caso dos soldados israelenses mantidos reféns desde o ano passado, dois pelo Hezbollah libanês e umterceiro, Gilad Shalit, por milicianos palestinos. Ban Ki-moon também se encontrará na tarde deste domingo com o ministro de Assuntos Exteriores palestino, Ziad Abu Amr; o de Finanças, Salam Fayyad; o de Informação, Mustafa Barghouti e com o chefe de Negociações da Organização para a Libertação da Palestina (OLP),Saeb Erekat.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.