Olmert rejeita pressão contra Gaza

O primeiro-ministro de Israel, Ehud Olmert, resistiu ontem à pressão para lançar uma ampla operação militar contra a Faixa de Gaza, um dia após um ataque com foguetes ferir dois irmãos na cidade de Sderot, um deles um menino de 8 anos que teve parte da perna amputada. Vários membros do governo e da direita exigiram novas sanções econômicas contra Gaza e uma ampla operação terrestre no território palestino, controlado pelo Hamas.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.