Olmert renunciará amanhã, diz porta-voz israelense

O primeiro-ministro de Israel, Ehud Olmert, vai renunciar amanhã, diante da vitória da Ministra de Relações Exteriores, Tzipi Livni, em uma eleição para a liderança do partido Kadima, informou hoje o porta-voz de Olmert. Olmert planeja anunciar sua decisão no encontro semanal do gabinete amanhã, antes de enviar formalmente a renúncia para o presidente Shimon Peres como manda a lei, afirmou o porta-voz Mark Regev.O primeiro-ministro tem sido perseguido por uma série de alegações de corrupção há meses, e no dia 30 de julho disse que iria renunciar assim que um novo líder fosse escolhido nas eleições do partido. Livni, que derrotou o Ministro dos Transportes, Shaul Mofaz, na votação de quarta-feira, tem 42 dias para formar um governo de coalizão para evitar eleições gerais, que aconteceriam três meses depois. Olmert vai continuar servindo como primeiro-ministro interino até que um novo governo seja formado. As informações são da Dow Jones.

NATHÁLIA FERREIRA, Agencia Estado

20 de setembro de 2008 | 17h50

Tudo o que sabemos sobre:
IsraelEhud Olmertrenúncia

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.