OLP é despejada nos EUA por inadimplência

A Organização para a Libertação da Palestina (OLP) foi despejada de seu escritório do centro de Washington por atraso no pagamento do aluguel. Hassan Abdel Rahman, representante da OLP na capital norte-americana, confirmou o despejo e afirmou que ele fora determinado por razões políticas.Rahman reconheceu o atraso no pagamento de aluguel, mas disse que problemas similares no passado foram resolvidos amigavelmente com o proprietário do imóvel. Desta vez, no entanto, o dono não quis negociar.O palestino justificou o despejo pelo aumento da simpatia por Israel entre a população de Washington. "O sentimento pró-Israel tem dificultado nossa vida", disse Rahman. O despejo segundo ele, é parte de um esforço "para isolar e calar a voz palestina".De acordo com o representante palestino, o proprietário do imóvel afirmou: "Não, nós não queremos vocês aqui". Por outro lado, a companhia que administra o imóvel, Cushman and Wakefield disse que a OLP vinha atrasando o pagamento dos aluguéis por um longo período de tempo pela segunda vez em menos de um ano.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.