Omã envia avião ao Irã para tentar libertar americanos

País desempenhou papel semelhante quando terceira integrante do grupo foi solta

Agência Estado

14 Setembro 2011 | 12h15

Do trio, apenas Sarah Shourd foi libertada, em 2010

 

MASCATE - Um funcionário do Ministério de Relações Exteriores de Omã disse nesta quarta-feira, 14, que um avião do país foi enviado para Teerã em meio aos esforços para a libertação, com o pagamento de fiança, de dois americanos acusados de espionagem.

 

Veja também:

linkJudiciário americano nega libertação

 

O Omã desempenhou papel semelhante para retirar do Irã uma terceira integrante do grupo no ano passado. Sarah Shourd voltou para os Estados Unidos após o pagamento de uma fiança de US$ 500 mil.

 

O funcionário não deu maiores detalhes sobre a possível libertação de Shane Bauer e Josh Fattal, que foram presos na fronteira entre o Irã e o Iraque em julho de 2009. A fonte falou em condição de anonimato por causa da sensibilidade das negociações.

 

O presidente do Irã, Mahmoud Ahmadinejad, disse que os americanos podem ser libertados nos próximos dias com o pagamento de uma fiança total de US$ 1 milhão, mas o Judiciário iraniano disse que esse projeto ainda era revisado. As informações são da Associated Press.

Mais conteúdo sobre:
Irã EUA alpinistas Omã Oriente Médio

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.