OMS confirma 5º morte no Vietnã por gripe avícola

A Organização Mundial da Saúde (OMS) confirmou hoje que uma quinta pessoa morreu no Vietnã depois de ter sido infectada por um tipo de influenza aviária que está devastando as granjas em toda a Ásia. "Com base nos resultados compartilhados com o Ministério da Saúde vietnamita, a OMS concorda que a causa da morte de uma menina de 8 anos da província de Ha Tay, em 17 de janeiro, no Hospital Nacional Pediátrico de Hanói, foi o vírus H5N1", disse o porta-voz da OMS, Bod Dietz. Até o momento, o vírus H5N1 foi confirmado em cinco casos fatais, todos do norte do país. O Vietnã já registrou pelo menos 18 casos suspeitos, com 13 mortes. Autoridades sanitárias acreditam que os pacientes contraíram a doença por meio do contato com as fezes de aves contaminadas. VacinaCientistas japoneses e de outros países começaram a se concentrar no desenvolvimento de uma vacina humana conta a influenza aviária, à medida que a OMS ressaltou a urgência em barrar uma possível epidemia. O Instituto de Doenças Infecciosas do Japão e outros laboratórios ligados à rede global da OMS pretendem desenvolver a vacina com base nos pacientes vietnamitas que foram infectados pelo vírus H5N1 da influenza aviária. "Ainda não se sabe o tempo que será necessário para produzir a vacina e se haverá um número suficiente de pessoas doentes no Vietnã para que o produto seja comercialmente viável", disse o porta-voz da OMS para a região do oeste do Pacífico, Peter Cordingley.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.