OMS diz que Guiné e Libéria atingiram meta para ebola

Libéria e Guiné conseguiram atingir a meta de isolar 70% dos infectados pelo ebola e enterrar com segurança 70% dos mortos pela doença, afirmou nesta segunda-feira a Organização Mundial da Saúde (OMS).

Estadão Conteúdo

01 de dezembro de 2014 | 15h50

Segundo o representante da entidade, doutor Bruce Aylward, apenas Serra Leoa não conseguiu atingir as metas estabelecidas pela OMS para a contenção da doença. O país deve atingir os dois objetivos nas próximas semanas. Os três países foram os mais afetados pela epidemia no oeste africano.

Para Aylward, a ação mostra que é possível reverter uma situação de escalada da doença e baixa capacidade de resposta. No entanto, ele afirma que a eliminação do contágio e dos enterros inseguros depende de maior cooperação entre organizações, comunidades, cidadãos e líderes desses países.

A OMS lançou o plano de combate ao ebola há dois meses, com metas a serem atingidas em 1º de dezembro. Até semana passada, a entidade acreditava que apenas a Guiné iria cumprir seus objetivos. Apesar do esforço, a organização prevê que a doença ainda continuará a atingir cidadãos da África e de outros lugares no ano que vem.

Tudo o que sabemos sobre:
OMSGuinéLibériametasebola

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.