OMS pede desculpas por relatório sobre aids na Grécia

A Organização Mundial de Saúde (OMS) divulgou hoje um pedido de desculpas pela divulgação, em setembro, de um relatório segundo o qual metade dos novos casos de infecção pelo vírus HIV na Grécia teriam sido causados deliberadamente por pessoas interessadas em receber benefícios do governo.

AE, Agência Estado

26 de novembro de 2013 | 18h09

No documento original, a divisão europeia da OMS divulgou que "cerca de metade das novas contaminações pelo HIV são autoinfligidas".

A direção da OMS alegou ter tomado conhecimento do erro apenas hoje, após questionamentos de jornalistas.

"Hoje um erro crasso de edição pelo qual a OMS pede desculpas", disse Gregory Hartl, porta-voz da agência.

Numa correção divulgada hoje, a OMS informa que houve casos de contaminação deliberada, mas ressalta que foram "poucos".

A taxa de contaminação pelo vírus causador da aids disparou nos últimos anos na Grécia, afetada por uma grave crise financeira.

Tudo o que sabemos sobre:
OMSGréciaaids

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.