Onda de ataques a jornalistas faz mais uma vítima no Iraque

A séria de ataques a jornalistas que deixou vítimas fatais nos últimos anos faz mais uma vítima. O jornalista Khudr Younis al-Obaidi, que trabalhava no jornal local Al-Diwan, foi assassinado por um homem armado.O jornal é um porta-voz das tribos situadas na região norte.O jornalista foi baleado por homens que passaram de carro, enquanto andava pela ruas nesta tarde, segundo o Coronel Abdul-Karim al-Jubouri. Se corpo foi encontrado 6 dias desde a última vez que foi visto deixando o trabalho.O assassinato de Al-Obaidi foi o segundo este ano, após o integrante da Associated Press, Ahmed Hadi Naji, ter sido encontrado morto na semana retrasada.Antes da morte de Al-Obaidi, o Comitê para Proteção de Jornalistas contou 93 jornalistas e 37 auxiliares assassinados desde que a guerra começou, em Março de 2003.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.