Charly Triballeau / AFP
Charly Triballeau / AFP

Onda de calor mata 45 pessoas no Japão em uma semana

Autoridades e a imprensa local afirmam que vítimas tinham entre 40 e 90 anos de idade e pelo menos 13 eram idosos que viviam sozinhos

Redação, O Estado de S.Paulo

09 de agosto de 2019 | 12h07

TÓQUIO - Em meio a intensa onda de calor que atinge o Japão, autoridades de Tóquio informaram que 45 pessoas morreram em uma semana na região metropolitana da capital, provavelmente em consequência da insolação e hipertermia. Segundo a polícia, as vítimas tinham entre 40 e 90 anos.

Segundo a agência de notícias NHK, pelo menos 13 vítimas eram idosos que viviam sozinhos, incluindo uma mulher com cerca de 70 anos que morava no distrito de Katsushika. Ela foi encontrada morta em um quarto com ar condicionado quebrado. 

Na quarta-feira, na cidade de Nishitokyo, duas mulheres de 90 e 60 anos, que seriam mãe e filha, foram encontradas mortas em um quarto com a temperatura chegando a 38ºC. A polícia e vizinhos afirmaram que as duas tinham rejeitado a ajuda do governo local, e se recusavam a ter contato com as pessoas da comunidade.

Já no distrito de Suginami, um homem de 88 anos que sofre de demência perdeu a mulher de 83 anos. Ela morreu na segunda-feira no apartamento em que viviam. Segundo relatos, eles não estavam usando o ar condicionado. /Agência Brasil

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.