Onda de calor mata ao menos 35 pessoas no Paquistão

Pelo menos 35 pessoas morreram nas últimas 36 horas na província de Punjab, no leste do Paquistão, devido à onda de calor que chegou a 46,7 graus, informaram nesta terça-feira fontes oficiais.Segundo números divulgados pelo Departamento de Saúde da província de Punjab, fronteiriça com a Índia, foram registradas 35 mortes em diferentes partes da região por causa do calor, que também levou à hospitalização de dezenas de pessoas.O serviço meteorológico confirmou que o calor chegou ao país este ano mais cedo do que o habitual. Analistas alertaram que Punjab poderia sofrer uma seca já que, provavelmente, não choverá na região durante os próximos dois meses.No ano passado, o calor provocou a morte de cerca de 200 pessoas no Paquistão, mas as altas temperaturas só chegaram ao país no princípio do mês de junho.Na vizinha Índia, o sol também está castigando a população do norte, onde dezenas de pessoas morreram nos últimos dias por causa das altas temperaturas, que em alguns estados chegaram a 48 graus.Embora o calor seja sentido em quase todo o norte da Índia, os estados mais afetados são os de Orissa e Uttar Pradesh. Neste último, tem havido contínuos cortes de água e de luz, o que prejudica ainda mais a população, já que a maioria não conta com recursos para comprar água engarrafada.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.