Informação para você ler, ouvir, assistir, dialogar e compartilhar!
Estadão Digital
Apenas R$99,90/ano
APENAS R$99,90/ANO APROVEITE

Onda de calor na Índia mata mais de mil, diz emissora

Segundo a BBC, o Estado de Andhra Pradesh é o mais afetado pelas temperaturas que superaram os 50°C

O Estado de S. Paulo

26 de maio de 2015 | 21h00

NOVA DÉLHI - O número de mortos na onda de calor que atinge a Índia já passou de mil, com as temperaturas superando 50º Celsius em algumas áreas, de acordo com reportagem da rede britânica BBC. A maioria das mortes ocorreu nos Estados de Telangana e Andhra Pradesh, no sul da Índia, onde pelo menos 1.118 pessoas morreram na última semana.

Os hospitais estão em alerta para tratar de pacientes com insolação e autoridades recomendaram que as pessoas fiquem em suas casas por causa do risco de desidratação. O Estado mais atingido é Andhra Pradesh, onde as temperaturas chegaram a 47ºC e 852 pessoas já morreram, segundo a agência Press Trust of India.

Maio é tipicamente um mês dos mais quentes na Índia, mas o Departamento de Meteorologia do país disse que ele teve as mais altas temperaturas em uma década.

O clima deve refrescar quando as chuvas de monção começarem, no fim deste mês, informaram funcionários do departamento. As chuvas que vêm do Oceano Índico devem chegar ao Estado de Kerala, sul da Índia, no dia 30, mas deve levar algumas semanas até que elas cheguem ao norte do país, onde o intenso calor e o ar seco têm provocado desidratação e mortes. 

Tudo o que sabemos sobre:
Índiacalormortes

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.