Onda de frio mata 37 pessoas na Ucrânia

Autoridades de saúde da Ucrânia informaram que 37 pessoas morreram em razão da forte onda de frio que atinge o país neste mês. Os termômetros chegaram a registra temperaturas abaixo de -20ºC em algumas regiões. O Ministério da Saúde disse nesta terça-feira que 190 pessoas buscaram cuidados médicos para hipotermia, das quais 162 foram hospitalizadas.

AE, Agência Estado

18 de dezembro de 2012 | 11h00

Dezenove pessoas morreram nas últimas 24 horas por causa do frio, elevando o número de mortos para 37, informou o Ministério da Saúde nesta terça-feira. Ondas de frio anteriores vitimaram principalmente sem-teto e idosos e as autoridades criaram cerca de 1.500 abrigos em todo o país para fornecer comida e abrigo para quem precisar.

A onda de frio provocou fortes nevascas em território ucraniano, que provocaram o corte do fornecimento de energia elétrica para cerca de 600 vilas na semana passada, além de bloquear estradas, deixando centenas de carros presos em meio à neve.

As temperaturas caíram para -16ºC nas regiões centro e sul do país e para -23ºC a região de Lugansk, parte leste da Ucrânia. As informações são da Associated Press e da Dow Jones.

Mais conteúdo sobre:
Ucrâniafriomortos

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.