O?Neill diz que EUA podem arcar com o custo da guerra

Os Estados Unidos gastarão o que for necessário em qualquer ação contra o Iraque, afirmou hoje o secretário de Tesouro americano, Paul O´Neill, acrescentando que o país tem condições de arcar com os custos de um ataque.O Pentágono havia estimado o custo de uma possível guerra contra Bagdá em cerca de US$ 50 bilhões, mas o assessor econômico da Casa Branca, Lawrence Lindsay, em entrevista publicada hoje pelo The Wall Street Journal, reconheceu que o preço da batalha poderá ficar entre US$ 100 bilhões e US$ 200 bilhões, o que representa entre 1% e 2% do PIB dos Estados Unidos.Reconhecendo que para o presidente George W. Bush a guerra é a única opção, O´Neill, um dos ministros mais polêmicos da administração Bush por sua política para com a América Latina, afirmou que "(...)qualquer coisa que ele (Bush) decida fazer, terá êxito e poderemos enfrentá-la".Por sua parte, Lindsay manifestou dúvidas de que o custo das hostilidades possam levar os Estados Unidos a uma recessão ou a um aumento da inflação.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.