Ônibus espacial volta a voar em nove meses

Os ônibus espaciais americanos deverão estar de volta ao espaço num prazo de seis a nove meses, de acordo com o chefe da comissão independente que apura as causas do acidente com o Colúmbia, ocorrido no dia 1º de fevereiro. De acordo com o almirante da reserva Harold Gehman, as recomendações da comissão chefiada por ele ? que devem ser divulgadas dentro de um mês ? provavelmente vão autorizar a retomada das missões espaciais. A teoria mais provável é a de que a explosão do ônibus espacial foi provocada pela queda do isolamento térmico do tanque de combustível, ocorrida logo após o lançamento.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.