Ônibus pega fogo, cai de ponte e 32 passageiros morrem no oeste da Índia

Alguns sobreviventes afirmam que motorista estava bêbado e trafegava em alta velocidade

EFE,

16 de junho de 2012 | 04h08

NOVA DÉLHI - Pelo menos 32 pessoas morreram e 15 ficaram feridas após um ônibus de peregrinos se incendiar e cair de uma ponte nas proximidades da cidade de Osmanabad (oeste da Índia). As informações foram passadas pela polícia à agência indiana "Ians".

 

O ônibus, pertencente a uma companhia particular, seguia para o centro de peregrinação de Shirdi, localizada a 450 quilômetros de Mumbai, quando ocorreu o acidente. Os feridos foram transferidos para hospitais próximos; como muitos deles estão em estado crítico, as autoridades temem que o número de vítimas fatais aumente. Segundo testemunhas citadas pela "Ians", o ônibus deu várias voltas e se incendiou antes de cair da ponte.

 

Alguns sobreviventes contaram que o motorista do ônibus estava bêbado e trafegava em alta velocidade, embora as autoridades indianas ainda estejam investigando o sucedido para determinar a causa exata do acidente.

Mais conteúdo sobre:
DesastreÍndiatragédiaacidente

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.