ONU: 74% dos peruanos querem governo que imponha ordem

Uma pesquisa realizada pelo Programa de Desenvolvimento da ONU revela que quase 74% dos peruanos acham que o país precisa de um governo que imponha a ordem. Além do desejo por ordem, quase 35% dos peruanos disseram que eles não têm idéia do que é democracia, e pouco menos de 30% disseram que a violência é necessária para que as pessoas respeitem a autoridade. Os resultados da pesquisa, que ouviu 11.116 pessoas de 5.190 famílias em todo o Peru, foram divulgados pela mídia local e mostraram que entre os peruanos que têm um conceito de democracia, 26,5% não consideram isso importante, enquanto 38,6% disseram que são muito interessados nessa questão. A pesquisa, que tem uma margem de erro de 2,5 pontos porcentuais, foi realizada nos últimos meses de 2005, mais ou menos ao mesmo tempo que o candidato à presidência Ollanta Humala começou a subir nas pesquisa eleitorais baseado numa plataforma nacionalista. A eleição presidencial no Peru está marcada para o dia 9 de abril. Humala, um oficial do exército aposentado, é admirador declarado do ditador militar de esquerda general Juan Velasco, que governou o país de 1968 a 1975. Ele defende a revisão da constituição peruana para reduzir o poder da classe política tradicional, amplamente vista como corrupta, e se opõe a erradicação do plantio de coca, que é defendida pelos EUA. Em recentes pesquisas de opinião, Humala assumiu a liderança com cerca de 32% da preferência do eleitorado, contra 28% da segunda colocada, a ex-congressista e preferida do mercado, Lourdes Flores.

Agencia Estado,

23 Março 2006 | 22h34

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.