ONU acrescenta nome de clérigo da Al-Qaeda a sua lista de terroristas

Anwar al-Awlaki recrutou e treinou novos membros da rede extremista, e também planejou ataques

AP,

20 de julho de 2010 | 18h36

WASHINGTON- A ONU adicionou nesta terça-feira, 19, o clérigo radical americano Anwar al-Awlaki a sua lista de terroristas, obrigando países membros da organização a congelar os bens do religioso e colocar seu nome em listas de restrições de viagens aéreas.

 

Veja também:

especialEspecial: As franquias da Al-Qaeda

 

Al-Awlaki teve um importante papel na Al-Qaeda na Península Arábica como recrutador, treinador e planejador. Ele também teve participação fundamental em ataques terroristas recentes na América, como o atentado falido de Natal no qual um nigeriano tentou explodir um voo com destino a Detroit.

 

A ação da ONU segue a do Departamento do Tesouro dos Estados Unidos, que acrescentou o nome do religioso extremista a sua lista global de terroristas.

 

Ontem, Al-Awlaki divulgou uma mensagem na web na qual afirma que o Iêmen será o Afeganistão de Obama. Acredita-se que ele esteja escondido no país.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.