AFP PHOTO / HECTOR RETAMAL
AFP PHOTO / HECTOR RETAMAL

ONU afirma que caminho está aberto para a desnuclearização pacífica na Coreia do Norte

Líder norte-coreano, Kim Jong-un, se reunirá com o presidente sul-coreano, Moon Jae-in, na militarizada fronteira entre as duas Coreias no dia 27 de abril

O Estado de S.Paulo

21 Abril 2018 | 10h38

SEUL - O secretário-geral da Organização das Nações Unidas (ONU), Antonio Guterres, disse neste sábado, 21, que ele está otimista com relação à decisão da Coreia do Norte de suspender os testes de mísseis nucleares e de longo alcance, afirmando que "o caminho está aberto para a desnuclearização pacífica da península coreana".

+++ Suspensão de testes nucleares por Pyongyang é 'avanço significativo', diz Coreia do Sul

Ao mesmo tempo, a embaixadora dos Estados Unidos na ONU, Nikki Haley, saudou o anúncio e elogiou a forma como o Conselho de Segurança da ONU "realmente se uniu" para alcançar isso.

+++ Reino Unido avalia como 'positiva' a suspensão de testes nucleares na Coreia do Norte

Em uma reunião informal dos embaixadores do Conselho de Segurança na Suécia neste sábado, Haley disse que a pressão e as sanções vindas da ONU levaram ao isolamento da Coreia do Norte "até que eles tivessem um bom comportamento, e agora estamos vendo que eles querem voltar às negociações".

+++ Nova Estratégia de Defesa dos EUA e o ataque à Síria

Em uma declaração anterior divulgada por seu escritório, Guterres desejou às duas Coreias, antes de sua cúpula em 27 de abril, "todo sucesso em sua corajosa e importante tarefa de retomar o diálogo sincero que leva a uma paz sustentável à península coreana". Ele também elogiou o estabelecimento de uma linha telefônica entre os líderes da Coreia do Norte e do Sul. / Associated Press

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.