ONU alerta para execuções de soldados do Taleban

Qualquer grupo que tenha executado soldados que entregaram as armas deve ficar fora de um futuro governo do Afeganistão, disse hoje a alta comissária para os direitos humanos da ONU, Mary Robinson. "Tenho ouvido relatos de execuções sumárias daqueles que se entregaram", disse ela, sugerindo possíveis violações dos direitos humanos por parte de grupos da Aliança do Norte.Robinson afirmou, durante uma visita de um dia a Nova Délhi, que devem ser estabelecidos termos para que tais grupos sejam excluídos de um futuro governo no Afeganistão. "Se há qualquer execução sumária por parte de qualquer grupo, o líder de tal grupo não poderá fazer parte do processo de formação do governo", afirmou.As afirmações de Robinson foram proferidas em um momento em que aumentam os temores de assassinatos por vingança por parte da Aliança do Norte contra tropas do regime Taleban. Apoiados pelos bombardeios dos Estados Unidos, forças da aliança tomaram o controle da maior parte do Afeganistão nos últimos dias.Leia o especial

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.