ONU apóia criação de um Estado palestino

O embaixador norte-americano nas Nações Unidas, John Negroponte, declarou nesta terça-feira que a resolução que se refere ?aos estados Israel e Palestina? foi proposta por Washington para ?abrir caminho em direção a um consenso?. Aprovada na última hora desta terça-feira por 14 votos e uma abstenção da Síria, a resolução 1397 do Conselho de Segurança da ONU diz pela primeira vez que ?dois estados: Israel e Palestina vivendo lado a lado dentro de fronteiras reconhecidas e seguras?.A medida pede o imediato fim da violência e a retomada das negociações, além de apoiar iniciativas como a proposta de paz lançada pela Arábia Saudita e os esforços diplomáticos doenviado especial norte-americano Anthony Zinni e de outros países. Negroponte ressaltou que esta iniciativa americana não implica em uma mudança política de Washington sobre o Oriente Médio. Relembrou ainda que o presidente George W. Bush já tinhamencionado a criação de um estado palestino em seu discurso no final de 2001."Ao apresentar esta resolução respondemos a iniciativa de outros países. É uma ação para abrir caminho para uma discussão mais ampla sobre um acordo no Oriente médio", completouNegroponte. Em várias ocasiões, o Conselho de Segurança adotou uma série de resoluções pedindo a paz no Oriente Médio, mas nenhuma delas mencionou a criação de um estado palestino.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.