ONU aprova força de paz para o Burundi

O Conselho de Segurança das Nações Unidas aprovou por unanimidade o envio de uma força de paz de 5.650 homens para a nação africana do Burundi, que tenta se recuperar de uma década de guerra civil. O secretário-geral Kofi Annan havia recomendado em março que tropas da ONU tomassem o lugar das forças da União Africana no esforço de pacificação, e saudou a decisão do Conselho.O embaixador do Burundi na ONU, Marc Nteturuye, chamou a resolução do Conselho de ?passo crucial? e disse ter esperança de que a decisão ?criará condições para uma paz duradoura? em seu país. A União Africana mantém cerca de 2.700 soldados e 40 observadores, da África do Sul, Moçambique e Etiópia no Burundi, mas essa força corre o risco de ficar sem suprimentos e financiamento.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.