Rehan Khan/Efe
Rehan Khan/Efe

ONU aprova tratado que regulamenta comércio de armas

Documento foi aprovado com 154 votos favoráveis e três contra, da Coreia do Norte, Irã e Síria

estadão.com.br,

02 de abril de 2013 | 09h37

(Texto atualizado às 13h05) NAÇÕES UNIDAS - A Assembleia-Geral da Organização das Nações Unidas (ONU) aprovou nesta terça-feira, 2, o primeiro tratado da organização que regula o multibilionário comércio internacional de armas. A votação ocorreu depois que Irã, Coreia do Norte e Síria bloquearam sua adoção por consenso.

O documento foi aprovado com 154 votos a favor, três contra (Coreia do Norte, Irã e Síria) e 23 abstenções, entre elas a Rússia e os países da ALBA, de acordo com a agência AFP. O tratado é discutido há sete anos e não houve consenso entre os 193 países-membros da ONU.

A votação de hoje coroa mais de uma década de campanha de ativistas e alguns governos para regular o comércio internacional de armas de fogo estimado em US$ 60 bilhões e tentar impedir que esses armamentos cheguem a grupos criminosos organizados, "terroristas" e rebeldes.

O acordo não abrange o porte doméstico de armas em nenhum país, mas exigirá a aprovação de leis nacionais para regulamentar as transferências de armas.

Muitos países, dentre eles os Estados Unidos, controlam suas exportações de armas. Mas nunca houve um tratado internacional que regulasse o mercado global de armas.

Com informações da Associated Press

Tudo o que sabemos sobre:
ONUarmascomércio internacional

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.