ONU busca fundos de emergência para Peru, Sudão e Somália

A Organização das Nações Unidas (ONU)fez, na terça-feira, um apelo para levantar fundos para ajudaras vítimas de desastres naturais no Peru e Sudão e paraaumentar o auxílio alimentar na Somália após as fracascolheitas. O escritório da ONU para a Coordenação de AssuntosHumanitários disse que são necessários 37 milhões de dólarespara ajudar cerca de 200 mil pessoas após o terremoto do dia 15de agosto no Peru, que destruiu mais de 37 mil casas. O dinheiro seria usado para fornecer suprimentos comotabletes de purificação de água, comida, barracas e cobertores,assim como geradores de eletricidade e ferramentas para removeros destroços do tremor, disse a porta-voz da agência, ElisabethByrs. A ONU também pediu 20 milhões de dólares em ajudahumanitária para mais de 3 milhões de pessoas afetadas porchuvas torrenciais e inundações no Sudão. Pelo menos 200 mil pessoas perderam suas casas nasenchentes, que mataram cerca de 12 mil animais de criação edestruíram mais de 42 mil hectares de plantações, afirmou aagência da ONU em comunicado. O documento afirma que pelo menos3,5 milhões de pessoas no Sudão podem estar sob o risco decontrair doenças. Em paralelo, o Programa Mundial de Alimentos (PMA) informouque as fracas colheitas no sul da Somália, combinadas com aalta inflação e violência, elevaram o número de habitantes queprecisam de assistência alimentar para 1,2 milhão, ante menosde 1 milhão anteriormente. A porta-voz da PMA, Christiane Berthiaume, disse que sãonecessários 22 milhões de dólares para atender as crescentesnecessidades alimentares na região. (Por Laura MacInnis)

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.