ONU calcula que até 300 pessoas deixem o Iraque por hora

A ONU afirma que entre 200 e 300 pessoas estão saindo do Iraque por hora desde ontem, quando os ataques norte-americanos foram intensificados. Somente para o Irã, as agências humanitárias da ONU apontam que 3 mil iraquianos cruzaram a fronteira fugindo da guerra. Em uma conferência de imprensa em Genebra, que reuniu as principais agências humanitárias das Nações Unidas, ficou evidente que os refugiados estão se tornando uma das principais preocupações da ONU nesta fase do combate. A ONU estima que, se a guerra durar poucas semanas, 300 mil iraquianos deixariam o país. Uma guerra longa, porém, poderia gerar mais de 600 mil refugiados. A maioria dos campos montados para a ONU para receber os refugiados estão na Jordânia, Turquia e Irã. Um dos problemas da ONU é convencer os países vizinhos ao Iraque a manterem suas fronteiras abertas aos refugiados. A Síria, por exemplo, apesar de não ter fechado sua fronteira oficialmente, está criando dificuldades para que os iraquianos sejam aceitos dentro do país. Veja o especial :

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.