ONU: casos de cólera passam de 60 mil no Zimbábue

A Organização das Nações Unidas (ONU) afirmou hoje que o número de casos de cólera no Zimbábue superou os 60 mil, desde o início de uma epidemia em agosto. Segundo a agência de assuntos humanitários da ONU, foram registrados 60.401 casos e 3.161 mortes pela doença.Especialistas apontam que muitos dos doentes não estão sendo computados, pois poucos zimbabuanos vão até os hospitais - o sistema de saúde público está caótico, em meio à grave crise no país.Uma porta-voz da agência da ONU, Elisabeth Byrs, disse hoje que a epidemia ainda está fora de controle. O país sofre com a falta de estrutura sanitária e a hiperinflação, o que também dificulta o combate à cólera. Grupos humanitários também lutam contra a fome no país, agravada pela crise internacional.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.