ONU condena golpe e prisão de presidente

O Conselho de Segurança da ONU condenou ontem, em uma declaração presidencial, o golpe Estado em Guiné-Bissau e pediu para que seja garantida a segurança do presidente Raimundo Pereira e do premiê Carlos Gomes Júnior. "Repudiamos a incursão dos militares na política. Pedimos garantias de segurança do presidente e sua libertação imediata", disse a americana Susan Rice, que preside o órgão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.