ONU condena, pelo 19º ano, embargo dos EUA a Cuba

A Assembleia Geral da Organização das Nações Unidas (ONU) votou em peso hoje para condenar o embargo econômico de quase meio século imposto pelos Estados Unidos a Cuba. O texto aprovado hoje exige o fim do que os países qualificam como um cruel anacronismo da Guerra Fria que prejudica apenas as pessoas comuns.

AE-AP, Agência Estado

26 de outubro de 2010 | 17h12

A condenação ao embargo teve 187 votos a favor, dois contra e três abstenções. Estados Unidos e Israel votaram contra. Abstiveram-se de votar Micronésia, Palau e Ilhas Marshall. Este foi o 19º ano consecutivo no qual a Assembleia Geral da ONU adotou a medida, amplamente simbólica, para pressionar pela "necessidade de se acabar com o embargo econômico, comercial e financeiro imposto pelos Estados Unidos da América a Cuba".

Tudo o que sabemos sobre:
ONUcondenaçãoembargoEUACuba

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.