ONU condena violência contra população civil

O Conselho de Direitos Humanos ONU (CDH) condenou ontem o regime sírio por violações generalizadas e sistemáticas contra a população civil e pediu a abertura de corredores humanitários no país. A resolução teve apoio de 37 dos 47 países-membros do órgão. China, Rússia e Cuba votaram contra.

GENEBRA , O Estado de S.Paulo

02 de março de 2012 | 03h06

"A comunidade internacional manda com essa resolução um apelo direto às autoridades sírias para que parem com as violações aos direitos humanos e para que lidem com a situação humanitária emergencial", disse Catherine Ashton, chefe da diplomacia europeia.

"Deploramos as ações brutais do regime sírio nos últimos onze meses, tais como o uso de artilharia pesada e tanques para atacar áreas residenciais que deixaram milhares de mortos entre civis, causaram destruição massiva, obrigou milhares a abandonar suas casas e resultou em uma crise humanitária", diz o texto.

O documento pede acesso livre a hospitais pelas vítimas e vias para que agências da ONU possam avaliar as necessidades humanitárias. A resolução também pede que o acesso de remédios e serviços sejam garantidos.É a quarta condenação contra o regime em um ano. / J.C.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.