ONU confirma invasão do Congo por tropas estrangeiras

As Nações Unidas informam que tropas estrangeiras entraram no Congo, dizendo que soldados de fora do país estão fornecendo armas e reforços a renegados que combatem as forças do governo nas regiões da fronteira leste. A força de paz da ONU no Congo, conhecida pela sigla MONUC, intensificou suas atividades no leste do país, depois que combates irromperam entre facões rivais do exército congolês."A MONUC está convencida de que tropas estrangeiras efetivamente entraram no Congo no dia seguinte às ameaças emitidas por Ruanda, em 23 de novembro", diz nota oficial da missão. Líderes de Ruanda haviam ameaçado enviar soldados ao Congo para caçar extremistas ruandeses refugiados no país vizinho.Semanas após a ameaça, soldados do exército congolês que faziam parte de uma guerrilha apoiada por Ruanda, durante a guerra civil do Congo, passaram a atacar colegas de farda. "A missão (da ONU) confirma que os soldados amotinados receberam armas e reforço do estrangeiro", diz o texto divulgado.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.