ONU: Conselho condena Síria por bombardeio à Turquia

O Conselho de Segurança da Organização das Nações Unidas (ONU) superou suas divergências e aprovou por unanimidade na noite desta quinta-feira a condenação do governo da Síria "nos mais fortes termos" pelo mortífero bombardeio que soldados lançaram contra a cidade turca de Akcakale na quarta-feira, que resultou na morte de cinco civis.

AE, Agência Estado

04 de outubro de 2012 | 20h36

A Turquia demandou ao Conselho uma ação vigorosa e lançou bombardeios contra posições militares do governo sírio ontem e hoje, possivelmente na província síria de Ar Raqqa, de onde partiram os morteiros que mataram os civis turcos na quarta-feira.

"Os membros do Conselho de Segurança condenam nos mais fortes termos o bombardeio feito pelas Forças Armadas da Síria", diz o comunicado da ONU. No comunicado, os 15 membros do Conselho "ressaltam o grave impacto que a crise na Síria está tendo na segurança dos países vizinhos e na paz e segurança regionais". O comunicado precisou ser aprovado por unanimidade, o que indica que a Rússia, aliada da Síria, foi convencida a sancionar a condenação. O embaixador da Síria na ONU, Bashar Jafari, lamentou o incidente e afirmou que seu país quer manter relações amigáveis com a Turquia.

As informações são da Associated Press e da Dow Jones.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.