ONU conta vítimas. Ainda há gente sob escombros, diz ferido.

O porta-voz da ONU em Bagdá, Salim Lone, disse que dezenas de pessoas ficaram feridas na explosão de um carro-bomba diante da sede local das Nações Unidas, mas não pôde confirmar as quatro mortes relatadas por agências internacionais.Um repórter da Associated Press disse ter visto 40 pessoas feridas estendidas jo jardim recebendo os primeiros socorros, e a agência disse que, além do brasileiro Sérgio Vieira de Mello, um alto funcionário da Unicef também ficou gravemente ferido. ?Não consigo me mexer. Não sinto meus pés nem minhas mãos. Dezenas de pessoas, eu sei, continuam sob os escombros?, dizia aos gritos Majid Al-Hamaidi, de 43 anos, que trabalha como motorista para o Banco Mundial.A correspondente da CNN Jane Arraf disse que a segurança no hotel havia sido consideravelmente reforçada, mas que o prédio continuava sendo, como instalação da ONU, um alvo mais vulnerável do que as instalações militares dos EUA. Além da inspeção de armas, as Nações Unidas vêm desempenhando há longo tempo importante papel no Iraque, incluindo programas humanitários, de desenvolvimento e para refugiados. O prédio do hotel foi evacuado e um câmera da CNN disse que continuavam saindo chamas e fumaça do edifício enquanto helicópteros de socorro médico sobrevoavam o local.Falando no local, o câmera Duraid Isa disse que a fachada do hotel ficou praticamente destruída e o prédio cercado por militares dos EUA, que isolaram a área.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.