ONU critica EUA por suspender pagamentos

O secretário-geral da ONU, Kofi Annan, afirmou hoje que não "poderia aplaudir" a votação na Câmara dos Representantes da suspensão do pagamento por parte dos Estados Unidos de cerca de US$ 250 milhões para a organização internacional e expressou sua esperança de que a única superpotência mundial restaure suas relações com a ONU.A medida, aprovada por 252 votos a 165, permite o pagamento de uma dívida de US$ 582 milhões mas suspende a entrega de outros US$ 244 milhões até que o país volte a integrar a comissão de direitos humanos. "Não acho que a solução seja a punição da ONU, mas um trabalho conjunto com os outros Estados membros", disse Annan.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.