ONU denuncia expulsão de palestinos de Bagdá

Milhares de palestinos foram expulsos de Bagdá desde a queda de Saddam Hussein, sob cujo regime recebiam asilo e ajuda de custo, incluindo dinheiro para pagar o aluguel, denunciou o Alto Comissariado das Nações Unidas para Refugiados (Acnur). Kris Janowski, porta-voz do Acnur, disse que cerca de 800 famílias de palestinos, ou cerca de 4.000 pessoas, foram obrigadas a se retirar de suas casas desde maio, a pedido dos proprietários. Outras 200 famílias foram instruídas a deixar os apartamentos quando seus filhos terminarem os exames escolares do final do mês. Janowski disse à imprensa, em Genebra, que os palestinos estão acampando em tendas distribuídas pela ONU. O Acnur pediu à coalizão que governa o Iraque para que permita aos refugiados se alojarem em prédios públicos vazios.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.