ONU deve dar atenção à situação na Síria, diz Amari

O ministro da Economia do Japão, Akira Amari, afirmou nesta terça-feira que todos os estados membros da Organização das Nações Unidas (ONU) devem dar atenção especial para a situação na Síria.

AE, Agência Estado

03 Setembro 2013 | 05h29

"A crise na Síria está afetando a economia global por meio de oscilações nos preços da energia e das variações cambiais. Por isso, é importante que a comunidade internacional atue com sabedoria, como se fosse um problema que afeta a ela diretamente", disse Amari.

Amari também disse que a comunidade internacional deve procurar maneiras de impedir que os civis sejam mortos. "A questão é saber como impedir essas mortes sem tornar a situação ainda mais grave", pontuou. Fonte: Dow Jones Newswires.

Mais conteúdo sobre:
japãoamarisíria

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.